O que achamos de Doutor Sono (sem spoilers)?

Sinceramente… Ao assistir um filme no cinema, existe coisa melhor do que nem ver as horas passarem? É tão bom quando aquele longa que esperamos tanto para ver corresponde ás nossas expectativas, não é mesmo? Melhor ainda quando não temos expectativa alguma, mas a produção que vemos diante de nossos olhos nos surpreende com uma trama extremamente envolvente, densa e sem medo de ousar.

Talvez seja essa a melhor maneira de explicar, sem revelar maiores detalhes, Doutor Sono, a continuação de O Iluminado, que estreia no Cine Gracher 40 anos depois do primeiro filme. Se no suspense de Stanley Kubrick a trama era muito mais assustadora psicologicamente, a sequência nos prende, por sua vez, pelas temáticas paranormais que abordam, resumidamente, as pessoas “iluminadas”, ou seja, que possuem dons especiais.

Confira a sinopse de Doutor Sono:

Na infância, Danny Torrance conseguiu sobreviver a uma tentativa de homicídio por parte do pai, um escritor perturbado por espíritos malignos do Hotel Overlook. Danny cresceu e agora é um adulto traumatizado e alcoólatra. Sem residência fixa, ele se estabelece em uma pequena cidade, onde consegue um emprego no hospital local. Mas a paz de Danny está com os dias contados a partir de quando cria um vínculo telepático com Abra, uma menina com poderes tão fortes quanto aqueles que bloqueia dentro de si.

Assista o trailer:

Vamos deixar uma coisa clara: sim, encontraremos referências claríssimas – e não podia deixar de ser – à O Iluminado e ao modo inovador de direção cinematográfica imprimido por Kubrick à época. Mas, talvez, o grande mérito de Doutor Sono seja, justamente, se desprender de muitos aspectos comuns ao filme estrelado por Nicholson. Talvez, uma das mais marcantes mudanças seja o fato de que a estreia não seja um suspense de confinamento, ao contrário do clássico.

Além disso, fica muito claro em O Iluminado que Kubrick não deseja admitir/explicar se todos no hotel estão perturbados por espíritos malignos ou, então, estão ficando loucos pelo já citado confinamento. Dúvida essa que é totalmente corajosamente abandonada em Doutor Sono. Sim, estamos lidando com criaturas malignas sobrenaturais. Existem seres iluminados… E muito mais poderosos que Danny (Ewan McGregor).

Doutor Sono é um filme para que já assistiu O Iluminado, sim. Porém, a experiência não é de nenhuma maneira prejudicada para os marinheiros de primeira viagem que ainda não tiveram a oportunidade de prestigiar o cult dos anos 80. Venha para o Cine Gracher garantir uma sessão! Nota: 9,0.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *