Nove motivos para você assistir o nono filme de Quentin Tarantino, Era Uma Vez Em… Hollywood

Está chegando o dia que todos os fãs de cinema esperam: 15 de agosto. Nesta data, que parece não mais chegar, estreia o 9º filme deste grande mestre do cinema mundial. E para aumentar essa expectativa, todo esse hype, fizemos uma compilação de NOVE motivos para você nem sequer cogitar em perder o novo sucesso tarantinesco, Era Uma Vez Em… Hollywood, que mal estreou nos EUA e já é forte candidato a estatuetas no ano que vem! Confira:

1 – Penúltimo filme de um gênio

Cumprindo o que sempre prometeu, Tarantino lança seu 9º filme, que promete ser mais um sucesso de crítica. Resultado da inteligência de um diretor que sabe muito bem elaborar um filme, sem a preocupação de um padrão Hollywoodiano em um roteiro não linear.

2 – Dupla campeã de bilheterias

Dois dos grandes nomes do cinema mundial estão presentes no filme. Brad Pitt e Leonardo DiCaprio prometem fazer umas das melhores duplas protagonistas da história! Ambos já foram responsáveis por papéis importantes em filmes tarantinescos. Brad com Bastardos Inglórios e Leonardo, por exemplo, com Django Livre.

3 – Uma constelação no elenco

Assim como a dupla dita anteriormente, Brad e DiCaprio, o longa traz diversas caras famosas das telonas como: Margot Robbie (Arlequina em esquadrão suicida) Al Pacino (Michael Corleone na poderosa trilogia O Poderoso Chefão) Kurt Russel (O Gladiador), Timothy Olyphant, Damian Lewis, entre outras celebridades.

4 – A fatídica história de Sharon Tate

Era Uma Vez Em… Hollywood conta a história de Sharon Tate, conhecida mundialmente por ser vítima da gangue de Charles Manson, um dos maiores serial killers da história, enquanto estava grávida do diretor Roman Polanski. O filme promete trazer a vida da musa às telas do cinema.

5 – Banho de sangue em Hollywood

A violência, na verdade, não é nenhum espanto para filmes de Tarantino. Mas sua violência não é como a violência real. Ela é extrema, falsa e grotesca na maioria das vezes. Ela está mais para cômica do que para trágica. E isso se expõe muito bem em uma cena do trailer, onde o personagem de DiCaprio coloca fogo em nazistas.

6 – Um sucesso na estreia no EUA

O filme se tornou um sucesso na história do diretor e arrecadou incríveis 40 milhões em sua estréia, se tornando a maior abertura nas bilheterias na carreira de Tarantino. Superando, inclusive, os recordes de ‘Bastardos inglórios’ (U$ 38 milhões) e ‘Django Livre’ (U$ 30 milhões). Se tornou também um sucesso de crítica, alcançando 85% de avaliações positivas no site especializado Rotten Tomatoes.

7 – Conversas tarantinescas

Em seu trailer, já podemos perceber que o filme traz diálogos pra lá de interessantes. Característica que é marca registrada do diretor. Assim como na obra prima ‘Pulp Fiction’, que traz conversas mundialmente famosas criadas pelo diretor, Era Uma Vez promete também impressionar nessa questão.

8 – Grande candidato ao Oscar

Não deveria ser segredo para ninguém que o filme é grande candidato ao Oscar 2020. Mas, nessa ocasião, podemos ter uma quebra de tabu de 35 anos. É possível que Leonardo DiCaprio e Brad Pitt concorram na categoria de Melhor Ator por causa do filme. O último acontecimento foi com o clássico Amadeus, de 1984. Na cerimônia de 1985, Tom Hulce e F. Murray Abraham disputaram a categoria, com Abraham conquistando o prêmio.

9 – Simplesmente Tarantino

Se tratando de Tarantino, podemos esperar um filme cheio de emoção, diálogos excepcionais, ação e muita violência. Podemos esperar também uma obra de arte. Na verdade, uma pena que seja seu penúltimo, mas assim como seus outros filmes, a promessa de uma genialidade da sétima arte é inevitável.

Texto: Matheus Moreira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *