Da comédia ao drama: seis filmes de humoristas que nos fizeram chorar

É incrível como atores que normalmente nos fazem rir também são capazes de nos derrubar em uma incrível fossa com suas performances dramáticas, não é mesmo? O astro da vez a se aventurar em um estilo um pouco diferente do habitual é o ator de comédias pastelão Adam Sandler. Em Uncut Gems, produção do serviço de streaming Netflix, Sandler vive um joalheiro das antigas que está cheio de dívidas e busca uma maneira de quitá-las de uma vez por todas.

O filme está sendo sucesso de crítica e chegou a ter 100% de aprovação no site Rotten Tomatoes, que não costuma perdoar falhas (Coringa, com Joaquin Phoenix, esteve apenas com 85% de aprovação!). Já há gente dizendo que Adam Sandler certamente estará concorrendo a um Oscar de melhor ator. Mas você sabia que não é nada incomum verificarmos estrelas da comédia se reinventando para viverem personagens mais profundos, cerebrais e reflexivos? O Blog Cine Gracher escolheu seis títulos para mostrar o quão versátil podem ser nossos comediantes preferidos! Curta:

Jim Carrey em Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças: Joel (Carrey) se surpreende ao saber que seu amor verdadeiro, Clementine, o apagou completamente de sua memória. Ele decide fazer o mesmo, mas muda de ideia. Preso dentro da própria mente enquanto os especialistas se mantêm ocupados em seu apartamento, Joel precisa avisá-los para parar.

Steve Carrel em Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo: o milionário John du Pont (Carrel) convida o campeão olímpico de luta greco-romana, Mark Schultz, para mudar-se para sua mansão e ajudar a formar uma equipe para as Olimpíadas de 1988. O lutador vê a oportunidade como uma maneira de sair da sombra de seu irmão mais velho, uma lenda no esporte. Também atraído pelo salário e condições de vida oferecidas, ele aceita a proposta. Mark e John se tornam amigos, mas a difícil personalidade do milionário faz com que Mark acabe indo em direção a uma tragédia.

Robin Williams em O Pescador de Ilusões: Jack Lucas (Williams) é um locutor de rádio que fala o quer em seu programa. Um dia um ouvinte conversa com ele ao vivo, dizendo que conheceu uma mulher por quem se apaixonou em um bar yuppie. Jack de imediato descarta que ela tenha se interessado por ele, dizendo que todos os yuppies deveriam morrer. O ouvinte não pensa duas vezes: pega o rifle, vai até o bar e mata seis pessoas, antes de se suicidar. A tragédia provoca forte impacto em Jack, que desaba no alcoolismo e larga a carreira.

Ben Stiller em A Vida Secreta de Walter Mitty: Walter Mitty (Stiller) desenvolve fotos para uma revista, mas foge do tédio através de devaneios heroicos. Quando Walter recebe uma chance para uma verdadeira aventura, ele tem a chance de construir um relacionamento com uma colega de trabalho chamada Cheryl.

Bill Murray em Encontros e Desencontros: um ator solitário e de meia idade chamado Bob Harris (Murray) e uma recém-casada, Charlotte, se encontram em Tóquio enquanto Bob filma um comercial e Charlotte acompanha seu esposo, um fotógrafo de celebridades. Estranhos em uma terra estrangeira, os dois encontram distração, fuga e compreensão entre as luzes de Tóquio após um encontro casual no bar do hotel.

Mo’Nique em Preciosa – Uma História de Esperança: grávida de seu próprio pai pela segunda vez, Claireece “Preciosa” Jones de 16 anos, não sabe ler nem escrever e sofre abuso constante nas mãos de sua mãe (Mo’Nique). Instintivamente, Preciosa vê uma chance de mudar de vida quando ela tem a oportunidade de ser transferida para uma escola alternativa. Sob a orientação firme e paciente de sua nova professora, Sra. Rain, Preciosa começa a viagem da opressão para autodeterminação.

Curtiu a lista? Então que tal assistir cada um destes filmes? Ah, e não deixe de acompanhar nossas postagens!

por Wilson Schmidt Junior

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *