Coringa certamente estará no Oscar!

O filme Coringa com certeza estará na corrida do Oscar. A afirmação não é do Blog Cine Gracher, mas, sim, do responsável pelo Festival de Cinema de Veneza (Venice Film Festival), diretor Alberto Barbera.

Durante a primeira semana do evento, na Itália, Barbera teve muito a ponderar sobre a mais nova interpretação do maior antagonista do Batman nos quadrinhos e no cinema. Em entrevista ao site americano Deadline, especializado em notícias de cinema, o italiano, ao comentar sobre potenciais candidatos à estatueta, colocou o filme da Warner como presença certa.

Perguntado se o estúdio fez bem ao arriscar trazer Coringa para o festival, o cineasta foi bastante enfático. “Eu penso que eles fizeram uma boa escolha. A escolha certa. O filme merece a recepção que está tendo. Ele ultrapassa as fronteiras do gênero. A performance de Joaquin Phoenix é marcante e o diretor Todd Phillips fez um grande trabalho”.

O Festival de Cinema de Veneza, vale lembrar, já lançou três dos cinco últimos vencedores do Oscar de Melhor Filme e é sempre considerado um grande termômetro da grande festa hollywoodiana.

Coringa estreia em outubro no Brasil e, mesmo antes de entrar em circuito, já há uma grande expectativa por parte do público, justamente por conta da crítica especializada, que recebeu o longa de braços abertos.

O filme se passa nos anos 70, o que foi feito de maneira proposital, para que não haja conexões com o atual universo DC. Apesar de não ter sido baseado em nenhuma história publicada nos quadrinhos, Coringa tem referências em sagas como a grandiosa Piada Mortal, uma das mais consagradas HQs do Homem Morcego.

Mas não espere muitos outros fanservices ao mundo das histórias em quadrinhos, a não ser, claro, a ambientação em Gotham City e citações à família Wayne. A impressão que o Blog Cine Gracher tem é de que o filme inaugurará uma nova maneira de se explorar cinematograficamente a Cultura Pop, mesclando temas cerebrais aos já consagrados heróis.

Extra: sem querer polemizar, mas a interpretação de Joaquin, dizem, tem tudo para se tornar tão grandiosa como a de Heath Ledger. 

por Wilson Schmidt Junior

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *